Costelas de Salomão

Chega o momento em que se tem que mandar as estratégias às favas e rever tudo do zero, e o único momento em que isso acaba acontecendo é quando todas as coisas parecem estar erradas, ao menos para os brasileiros. Temos a cultura (errada) de que “em time que está ganhando não se mexe”, e nisso denota-se dois erros clássicos: 1 – de que tudo funciona como no futebol, com times e torcidas organizadas (às vezes até mais do que os clubes e confederações) e 2 – esquecem que é quando o time está ganhando que há espaço para testar novas possibilidades, não quando está já quase derrotado, no desespero. Ok, claro que vou falar (novamente) do “mercado literário brasileiro” que insisto, não existe de fa

A Fabulosa Bola Quadrada

Deixe-me contar-lhe a história da Fabulosa Bola Quadrada, originária da fantástica terra de Obtusolândia. Uma terra tão boa que qualquer coisa que se plantasse por ali, dava e abundava até os horrores. E digo isso porque todos hão de saber que há sempre mais ervas daninhas que arvores frutíferas em qualquer pomar descuidado. Mas não nos desviemos, ainda, do rumo dessa interessante história sobre o inacreditável ocorrido nos idos de alguma década que não me vem à memória no momento, nesse paraíso de comércios e consumos. Não me recordo direito dos detalhes, ainda influenciado pelos efeitos da visita em Obtusolândia, de como a coisa se deu, mas digamos que havia uma nova perspectiva comercial

Conspiração: Uma Teoria (parte 1/4)

REALIDADES ADAPTADAS Vivemos na era da informação, portanto era de se esperar que as Teorias da Conspiração cairiam em desuso tanto no mundo real quanto na sua interpretação, o mundo das artes. Só esta frase já deveria denunciar o absurdo da afirmação, pois, em essência, é uma teoria da conspiração. Para entender o princípio de uma Teoria da Conspiração (TC) é preciso mergulhar em uma característica da mente humana, o reconhecimento e interpretação de padrões a partir de análises pré-concebidas. Essa ferramenta evolutiva é que permitiu a sobrevivência da espécie habilitando os portadores dessa característica de sobreviver em um mundo em que não havia tempo hábil para analisar se um perigo er

Conspiração: Uma Teoria (parte 2/4)

CAMADAS (DES) INFORMATIVAS “E conhecereis a verdade, e a verdade voz libertará” (João 8:32). Há milênios que o pressuposto do conhecimento da verdade traz a libertação, mas há alguns problemas nisso. O primeiro é definir o que é verdade. A Filosofia, mãe de todas as ciências, tenta até hoje chegar a um conceito que explicaria o que é a verdade. Dependendo de como se busca o conceito do que seria a verdade, ela assume aspectos diferentes e, ainda assim, válidos. Por exemplo: a verdade pode ser material, formal, analítica, sintética ou sofisma. Para complicar, até mesmo o que concebemos como realidade é subjetivo, depende dos sentidos, da interpretação destes por um conjunto de interações no c

Conspiração: Uma Teoria (parte 3/4)

A CONSPIRAÇÃO AOS OLHOS DE QUEM VÊ Como foi dito anteriormente, uma TC precisa ser simples, induzir algumas soluções parciais satisfatórias, ocultar camadas cada vez mais complexas, lidar com a realidade e com a verdade de forma que estas se tornem a sua base de sustentação adequadamente manipuladas para construir uma ficção que se assemelha muito à verdade e que, quando desvelada, ainda se mantém consistente em diversos níveis, como uma teia que mesmo tendo boa parte de sua estrutura destruída, ainda se mantém estável e cumprindo o seu papel. Dito dessa forma parece algo complexo demais, fruto da genialidade de algum arquiteto maquiavélico com capacidade de elaboração extremada. Não é. Qual

Conspiração: Uma Teoria (parte 4/4)

A PIRÂMIDE DA TEORIA DA CONSPIRAÇÃO Anteriormente apresentei as bases gerais da construção de uma Teoria da Conspiração, bem como a forma de se criar camadas que manipulam as informações e induzem as perspectivas gerenciáveis. Foi apresentada uma TC baseada em fatos locais facilmente reconhecíveis, com alguns questionamentos válidos que poderiam ser trabalhados no seu desenvolvimento ficcional. Agora a proposta é ampliar o foco e aprofundar ainda mais a complexidade e descer aos níveis mais profundos possíveis. Para isso será necessário observar alguns outros elementos que vão aos poucos construindo o nosso panorama geral ao mesmo tempo que servirão de bases para a ampliação, reformulando o

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Google+ Social Icon

Página do Escritor Danny Marks - FC& Fantasy - Criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now